sexta-feira, 5 de junho de 2009

Recomeçar....

Recomeça...
se puderes,sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
nesse caminho duro do futuro,
dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
vai colhendo,
ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar
e vendo, acordado,
o logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
onde, com lucidez, te reconheças.

(Miguel Torga)

5 comentários:

gaivota disse...

que bom teres regressado!!!
e mais ainda com miguel torga, sempre tão bom de se ler e sentir...
beijinhos

Multiolhares disse...

Quando algo acaba, é porque algo irá recomeçar, então quando caímos devemos-nos levantar e caminhar.

Namastê

ParadoXos disse...

conheço bem este poema, muito bem!

abraço

- bela erscolha!

fj disse...

com as 1ªs palavras do M Torga.

"Recomeça...se puderes,sem angústia e sem pressa..."

Beijinhos e bons feriados.

é bom saber que afinal ainda andas por aqui...
"seriamente" falando.

Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
Voz Activa
*
Canta, poeta, canta!
Violenta o silêncio conformado.
Cega com outra luz a luz do dia.
Desassossega o mundo sossegado.
Ensina a cada alma a sua rebeldia.
,
in-miguel torga
,
brisas da Tua Ria,
aqui deixo,
,
*