domingo, 9 de março de 2008

Fomos 100 mil!

Partimos cedo. Saímos com a ansiedade de chegar e mostrar que é tempo de nos fazermos ouvir.
Já éramos muitos à partida mas à chegada, a força cresceu.
Cresceu ao vermos o rio de gente que, de todos os pontos deste País, confluía àquela Praça.

A emoção tomou conta de alguns, especialmente daqueles que ainda se lembram de terem descido aquela Avenida, num 1º de Maio, quente, muito quente, com a alegria a brilhar em todos os rostos, com todas aquelas bandeiras rubras que nunca esqueceremos!

Mas Lisboa não se lembra de ver tanta gente assim!

Hoje as bandeiras são de várias cores. Hoje estão, lado a lado, PESSOAS que não se conhecem, que nunca se viram, mas que juntam as vozes no mesmo protesto, nos mesmos lamentos, na mesma indignação!
Mas, afinal, o que quer esta gente?

Apenas, serem ouvidos, respeitados, reconhecidos.

Vai mal um País que não reconhece nos seus educadores o mérito de fazerem crescer gerações de cidadãos capazes de, em cada instante, o (re) Construirem!
Mas vai muito pior um País que, depois do que ouviu dos seus educadores, não for capaz de juntar todas a vozes e exigir o respeito que eles lhe merecem!

Fomos 100 mil.

“Havemos de ser mais, eu bem sei!”

21 comentários:

Suave Toque disse...

E alguams coisas são iguais em qualquer parte do mundo. Deixo aqui um presente para que te mais coragem.

Durante toda nossa vida, pessoas passam por nós,
Dia após dia,
Más somente algumas dessas pessoas ficam para sempre em nossa memória.
Essas pessoas são ditas amigas...
E as levamos para sempre em nossos corações,
As vezes pelo simples fato de terem cruzado nosso caminho,
As vezes pelo simples fato de nos terem dito uma palavra de conforto, quando precisamos,
As vezes por terem nos dado um minuto de atenção,
Nos ouvindo falar de nossas angústias, medos, vitórias, derrotas...
As vezes por terem confiado e nos terem contado também seus problemas,
Angústias, medos, vitórias e derrotas...
Isso é ser amigo, ouvir, confiar, amar,
E amigos de verdade ficam para sempre,
Longe, perto...
Assim como as pegadas na alma.

Tenha uma ótima semana
Beijos de carinho
Elcia Belluci

gaivota disse...

é verdade, e 100 mil foram pouco...
sinto que chegará muito mais gente,
será maior o resultado e haverá reconhecimento e respeito pelo trabalho que é tão digno!
beijinhos e força!

Manuel Damas disse...

Oh oliva...
percebeu mal o que eu escrevi no meu blog!!!!!
Eu estou perfeitamente solidário.
Até porque eu sou sindicalista e com responsabilidades...sou Presidente da Mesa da Assembleia Geral de um Sindicato de Professores...
Compreendo e aopio total e completamente a luta dos professores, até porque também sou professor.
Tenho pena de não ter tido oportunidade de fazer parte dos 100 mil.
Mas, sendo o meu programa de tv um programa de sexualidades, ate no programa já exigi a demissão da ministra.
Por isso acho injusto o que você pensou que eu achava...
Deve ter sido do texto...
Mas não duvide da minha solidariedade e da minha presença na primeira linha porque é injusto!!!!

lumiere disse...

junten-se todos os professores e formen um novo partido!

Oliva verde disse...

Lumière
Não confunda as coisas!
Os professores querem, apenas, exercer a sua profissão com dignidade e serem avaliados com transparência, justiça e RIGOR!
Os professores não querem gorvenar este País!

lumiere disse...

Dicionários para cumprir acordo ortográfico
Na sequência da aprovação para ratificação do segundo protocolo modificativo do acordo ortográfico pelo Governo, a Texto Editores lança, na próxima sexta-feira, dois dicionários e um guia conformes com as alterações previstas no novo acordo.

Segundo informação ontem divulgada pela editora do grupo Leya, estas edições, a lançar, por ora, apenas em Portugal, "visam dar a conhecer as alterações introduzidas pelo novo acordo ortográfico de 1990".

Serão editados dois dicionários e um guia. O "Novo Dicionário da Língua Portuguesa - Conforme Acordo Ortográfico", que "será um instrumento de trabalho", explicou fonte da Texto; o "Novo Grande Dicionário da Língua Portuguesa - Conforme Acordo Ortográfico", "uma edição de luxo, encadernada em couro branco", e o guia intitulado "Atual - O novo acordo ortográfico - O que vai mudar na grafia do português".

As três obras contam com a colaboração dos linguistas João Malaca Casteleiro e Pedro Dinis Correia e são as primeiras obras lexicográficas elaboradas segundo a nova forma de escrever Português. "Estas obras foram totalmente actualizadas do ponto de vista lexicográfico e reflectem uma criteriosa e adequada modernização vocabular e uma significativa inclusão de vozes originárias do Brasil e dos países africanos de língua oficial portuguesa", lê-se na nota da Texto.

O "Novo Grande Dicionário da Língua Portuguesa - Conforme Acordo Ortográfico" integra mais de 250 000 entradas, "constitui uma obra alargada, de luxo, em caixa de dois volumes, de 1024 páginas cada um", disse a mesma fonte. "Esta edição - acrescentou - apresenta um aspecto gráfico inovador, com capa em pele branca, títulos gravados em relevo a prata e bronze e num tamanho superior ao habitual".

O "Novo Dicionário da Língua Portuguesa - Conforme Acordo Ortográfico", "de carácter mais utilitário para uso diário em ambiente académico e profissional", inclui 125.000 entradas.

"Atual - O novo acordo ortográfico - O que vai mudar na grafia do português" é, segundo a nota da Texto, "um guia acessível e de consulta rápida sobre as principais mudanças no acordo

gostava que comentasse

Oliva verde disse...

Lumière
Provavelmente não quer que comente a publicação e/ou a qualidade dos dicionários da Texto. Possivelmente, espera um comentário ao acordo ortográfico. Pois bem, a nossa é uma língua viva e, como tal, não me perturba nada que sejam reconhecidas alterações na sua ortografia, quando elas são generalizadas a uma grande maioria dos utilizadores e já entraram na rotina!
É normal que tal aconteça quando, como o Português, a língua é falada por muitos milhões de pessoas, em diferentes partes do mundo e constitui a língua oficial de países de culturas tão diferentes.
Vai-nos custar a adaptação? É natural que sim mas esta não é a primeira vez que é preciso fazermos alterações de ortografia e sempre fomos capazes de o fazer. Por isso, não espero grandes dificuldades.

lumiere disse...

a adaptação vai custar? sim mas ja viu as alterações que foram feitas? os ifens para onde vao? os acentos como este ^ ? e palavras como humido que agora vai ficar sem o h?
mas aonde chegamos?
tenho orgulho de ser portugês e falae a Lingua de Camões!
ja viu o que era escrever Camões sem assento?
era uma reviravolta que dava no túmulo esse grande escritor!
mas será que queremos assassinar a nossa lingua?
não percebo pk é que nos querem por a falar e a escrever como os brasileiros!
desculpem mas isto avespinha-se-me ( pelo novo dicionário nao sei com o se escreve o que disse antes)!
tenho Orgulho de ser português!
e falar a lingua de Camões!

e lembre-se nao sao uma ou dua modificações sao 125mil

Oliva verde disse...

Lumière
Tenho a certeza que daqui a 2 ou 3 anos já ninguém se lembra do h de húmido!
Sabe, a língua de Camões (aquela que ele, na época, usou) já não é a sua ou a minha! Muitas foram já as alterações que a NOSSA língua sofreu e não foi por isso que você, tal como eu, a continuamos a usar com muito orgulho. E usamos TODOS com muito orgulho. Nós, os basileiros, os africanos e os asiáticos! Todos aqueles para quem esta língua VIVA é fundamental!

lumiere disse...

desculpe mas tenho que discordar! expique-me como se vai escrever certas palavras sem o hifen!

tire-me essa duvida
sou muito cetico ei sei

lumiere disse...

acho que nao nos estamos a entender
eu pedi para comentar as entradas do novo dicionário!

poetaeusou . . . disse...

*
e eu canto,
,
com o sergio godinho
,
Vieram profetas
Vieram Doutores
santos milagreiros,
poetas, cantores
cada qual
com um discurso diferente
p'ra curar a vida da gente,
,
conchinhas,
,
*

Oliva verde disse...

Lumière
Eu entendo-o perfeitamente!
Como é que vai escrever sem hífens?
Pois, da mesma forma que milhares de pessoas já o fazem há muitos anos!
Quer que comente as entradas dos dicionários? Que há mais para comentar?
Afinal há um acordo ortográfico que fará com que se mude a ortografia de milhares de palavras. Claro! É natural. Desde o tempo de Camões até hoje, milhares de palavras da Língua Portuguesa mudaram a sua ortografia e ninguém deixou de se entender por causas disso!
As palavras só servem para isso! Para nos entenderemos.
Pode gostar ou não. Pode achar mais ou menos difícil a habituação. Pode achar que não se devia mudar. Pode, pois!
É a sua opinião que eu respeito. No entanto, tente também respeitar opiniões diferentes da sua. Tente respeitar, também, aqueles que consideram que o acordo ortográfico não prejudica, minimamente, a comunicação entre pessoas que falam e escrevem em Português!

Pata Negra disse...

O orgulho de poder sempre dizer "eu estive lá", a certeza de sentir "nada será como antes", a alegria de não estar só, enfim, só visto!
Um abraço da praça, da avenida e do terreiro

© efeneto disse...

Quero ter direito a comer um gelado em dia de chuva, quero ter direito a poder empurrar a bicicleta ao invés de pedalar, quero ter direito de olhar para o céu, mesmo que seja no meio da mata, quero rebolar na relva, mesmo que seja a relva do Palácio de S. Bento, quero ter direito de rir alto, bem ALTO, mesmo que esteja sozinho a ver o desenho do Pica-Pau que já era velho quando eu nasci, quero ter o direito de cantar uma música bem alta junto com o cd player oferecido, mesmo que seja uma música do Zé Cabra, quero poder discutir filosofia com o analfabeto do meu colega, mesmo que seja nos 15 minutos de intervalo do trabalho, quero poder beber com os amigos e voltar tri-bêbado para casa. Se para poder fazer isto tudo lhe tenha que desejar um bom fim-de-semana, então aqui vai:
Lhe desejo a si e aquém mais gostar/amar um óptimo fim-de-semana, com aquilo que sempre desejou acompanhado da minha amizade. Um beijo a quem é de beijos e abraço a quem é de abraços. Para quem não quiser nada disto, passe bem que eu também…efeneto.

manuela disse...

E a luta continua...

Bom fim de semana.

Beijinhos

Manuela

O Profeta disse...

O Sol abandonou o céu
A Lua ironiza no celeste
Soltas perversas vontades
Cruzam a tua vida agreste


Convido-te a partilhar a minha visão da forma em
como a vida às vezes é perversa para algumas mulheres…

Bom domingo

Doce beijo

♥ Dil disse...

Bi...BiBi...Bi...BiBi...Bi...BiBi...Bi...
BiBiBiBi SAI DA FREEEEEEEEEENTE, SAI DA FRENTE!!!
QUE HOJE EU AINDA TENHO QUE PASSAR, POR MUITOS BLOGS...Bi! Bi! Bi!
--- ______
---/__] .\\\\____
--/…._.|….|…._.o\\
-=’(@)------(@)-´
*****************************************

TÔ PASSANDO BEM RAPIDINHO COM MEU FERRARI
SÓ PARA DESEJAR UMA OPTIMA SEMANA !!!!!!!!!!!!!!

UM BEIJINHO

Marta disse...

Pelo que vi no teu blog, vejo que estás muito marcada com estas memórias :)

Voltarei, e espero que continues a escrever sobre o teu testemunho.
Bjinhos, e se quiseres passa pelo meu ;)

AURORA ( LOLA ) disse...

OI, desculpe a minha ausência mas por motivos de trabalho não pude vir aqui mas estou de volta, bjs

multiolhares disse...

espero que a união faça a força
beijinhos