sábado, 23 de fevereiro de 2008

ZECA

Aveiro, 2 Agosto 1929 - Setúbal, 23 Fevereiro 1987

MENINO DO BAIRRO NEGRO(José Afonso)

Olha o sol que vai nascendo
Anda ver o mar
Os meninos vão correndo
Ver o sol chegar

Menino sem condição
Irmão de todos os nus
Tira os olhos do chão
Vem ver a luz

Menino do mal trajar
Um novo dia lá vem
Só quem souber cantar
Vira também

Negro bairro negro
Bairro negro
Onde não há pão
Não há sossego
Menino pobre o teu lar
Queira ou não queira o papão
Há-de um dia cantar
Esta canção

Olha o sol que vai nascendo
Anda ver o mar
Os meninos vão correndo
Ver o sol chegar

Se até da gosto cantar
Se toda a terra sorri
Quem te não há-de amar
Menino a ti

Se não é fúria a razão
Se toda a gente quiser
Um dia hás-de aprender
Haja o que houver

Negro bairro negro
Bairro negro
Onde não há pão
Não há sossego
Menino pobre o teu lar
Queira ou não queira o papão
Há-de um dia cantar
Esta canção

17 comentários:

gaivota disse...

minha amiga
que bom também teres postado o poeta, o músico, o cantor que a morte levou tão cedo, por doença tão cruel

Já fui neve no mar
Já fui espada na mão
Já fui a corda da lira a vibrar
Já fui servo de um Deus
Vida e morte num momento
Já nasci no barlavento
Já fui como erva do chão
Bendito seja o pão
Bendita seja a flor
Benditas as portas do amor
Zeca Afonso, in Galinhas do Mato

parvinha disse...

Precisavamos de mais homens como o grande Zeca!

Boa semana!

Beijinhos

Manuel Damas disse...

Há desafio novo...

AURORA ( LOLA ) disse...

Negro bairro negro
Bairro negro
Onde não há pão
Não há sossego
Menino pobre o teu lar
Queira ou não queira o papão
Há-de um dia cantar
Esta canção



Olá amiga gostei do seu post pois fala de um poeta, um músico, um cantor que a morte levou tão cedo.



bjs

Olá!! disse...

Linda homenagem a um Homem que não "morreu"..
Beijosssss

poetaeusou . . . disse...

*
A morte saiu á rua num dia assim
Naquele lugar sem nome para qualquer fim
Uma gota rubra sobre a calçada cai
E um rio de sangue dum peito aberto sai
Teu sangue, Pintor, reclama outra morte igual
Só olho por olho e dente por dente vale
À lei assassina à morte que te matou
Teu corpo pertence à terra que te abraçou
,
in-zeca
,
conchinhas
,
*

Pata Negra disse...

É a única canção do Zeca que me arrisco a cantar em público - público, para mim, são não mais que 10 pessoas!
Embora não tenha voz, até lhe dou o jeito, deve ser pelo sentimento!
Um abraço do bairro negro

O Profeta disse...

gvyxNos umbrais do pensamento
Mora o desejo no limite da razão
Roubando os segredos do corpo
Lançando ao vento a emoção

Uma rosa breve guarda a beleza
O amor é orvalho de feliz pranto
O horizonte é o começo do infinito
A chegada de uma onda é alegro canto

Convido-te a sentir o beijo da chuva


Mágico beijo

Manuel Damas disse...

Tem prémio no meu blog.
BJ

T S disse...

adorei seu blog
convido vc para lusitana ilusao
espero que goste
sao tres sabores diferentes de observar a vida...TS,Belle ROse,Ed.g,espero que se identifique connosco!
voltarei!

Suave Toque disse...

Adormeci, sonhei...
Um anjo me acompanhava...
Em tuas mãos segurava.
Nada me feria...
Nem mesmo o fim do dia,
Onde o sol se escondia...
Trazendo a noite fria...
Em teus braços me aquecia,
O cheiro da noite no ar...
A brisa de além mar.
O anjo me despertou...
A noite findou...
Acordei do meu sonhar.
O anjo se foi...
Sou criança...sou mulher
Por querer somente amar.

Um feliz final de semana,
Beijos de carinho.
Elcia Belluci

Olá!! disse...

Ontem distribui prémios por todos os blogs que tenho linkados, é o teu caso... ;)))
Beijosssssssss e bom fim de semana

efeneto disse...

Queria ter sido um príncipe
Desencantado de alguém
Queria uma paixão passageira
Um amor delinquente
A total desilusão do depois.
Queria ser o sonho frustrado
O homem errado
Queria não ser o alguém que conquista
Pela palavra bonita.
Queria apenas que o seu fim-de-semana
Fosse aquilo que sonha ser.

Um beijo de amizade.

T S disse...

venho ate aqui para agradecer suas palavras.sempre serás bem vinda,esperamos nao desaponta-la!
um bjo desde Lusitana Ilusao!
voltarei ansiosa

AURORA ( LOLA ) disse...

É o mistério da busca, do desejo, do amor, da tristeza, da saudade, da paixão...do desespero, da esperança e... principalmente da Paz!




OI, amiga hum nada de novo por aqui voltarei outro dia bjs e um bom fim de semana.

AURORA ( LOLA ) disse...

Estão a mandar virus para os blogs
Não clique no nome de uma pessoa que tenha também à frente a dizer HERE que faz parte do comentário.Estou devidamente protegida mas quem não tiver o pc nas mesmas condições pode ter graves problemas, por isso o melhor é apagar esse comentario não va abrir sem querer e o melhor é avisar todos os seus amigos que tem no seu blog.

multiolhares disse...

Todas as letras de Zeca Afonso
Trazem uma lição de vida

Beijinhos
luna